sábado, 30 de novembro de 2013

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

WOOD'S



RIO MODA



MY CLUB


PROVOCATEUR




MADAM



FESTA DO ZÉ 9 ANOS




ENCONTRINHO CHIC



CARPE VITA



FARO BAR



BIONAT




TOUDOU




Preview de Lançamento Toudou 
Quando: 30 de novembro, sábado, às 17h.
Onde: Histórias na Garagem e Espaço Boho casarões-vizinhos da Rua Félix da Cunha, nos números 1157 e 1167 –bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

BARGROOVES




BEATLES



Quem sabe - Por Cris Lavratti



As horas voavam naquela manhã. Os ponteiros apressados dobravam-nas sem trégua. Nem um minuto arrastava-se, tudo se ia e ia e ia. E eu ali, parada. Nada em mim voava. Sentia-me como a própria rocha fincada no solo, sem pernas, sem asas.
Ao longe avistava as gaivotas que pairavam com seus rasantes sobre o mar esverdeado, tão límpido que parecia um espelho a reluzir os raios de sol amarelados. Poucas nuvens dançavam no céu, uma que outra somente e elas pareciam fitar-me. Também estavam imóveis.
De repente avistei os passos largos de um pescador que acabara de ancorar seu barco na praia. Ele corria com um balde e um punhado de peixes frescos, que ainda saltitavam lá dentro e que acabariam na mesa de alguns dos moradores da vila.
Já era meio dia e o meio do dia já se fora. E eu ali, como a rocha. Não sentia nada, nem vento, nem brisa, nem arrepio. Não sentia nada, somente a inquietude de não saber voar. Não sentia nada, só uma melancolia arraigada na alma que me prendia ainda mais àquele solo sem vida. Era apenas uma rocha.
Minha única caldeira era observar. Observando, eu voava, não de verdade, não como em um livro ou um filme, eu voava com meus olhos, pulava de uma cena para outra, mas dentro de mim, não sentia. Nada me tocava, nada me invadia. Nada vezes nada. E a melancolia me era companheira.
Pernas fincadas ao chão seco, meus pés são a própria rocha, nem as águas salgadas e vibrantes do esverdeado mar chegavam até mim. Estava inerte, ocupando um vazio entre mundos. Ninguém me via, mas eu observava tudo. Ninguém me via e eu não podia ver realmente ninguém. Só o que era superficial nos gestos e fisionomias de cada um, nada que realmente valesse a pena, nada que me tirasse daquele vácuo.
Faltava em mim preenchimento, vida. Faltava em mim amor, tempestade, chuva. Faltava em mim saber quem sou ou o que sou afinal. Faltava em mim, eu mesma. E sigo faltando a quem um dia me amou no ventre, a quem um dia me alimentou e embalou. Sigo faltando ao céu e aos deuses. Falto ao mar que nem perto chega. Nem musgos, nem umidade, somente a secura do deserto da rocha, onde de tão quente a pedra, nada pousa. Sou um emaranhado de nada.
Quem sabe na próxima, se é que existe uma próxima, os deuses me farão flor perfumada. Quem sabe assim a inércia não me seja mais companheira. Me dedicaria inteiramente ao ferrão das abelhas e ao bico do beija-flor. Seria vista, querida, lembrada. Quem sabe assim, minha alma fosse tocada e a liberdade do encontro me fosse amiga. Quem sabe.

ROSÁRIO RESTO LOUNGE



terça-feira, 26 de novembro de 2013

Clinica Di Guariglia por Bruna Guariglia




Radiofrequência(NEWSHAPE)
A Radiofrequência é uma técnica que gera calor no tecido subcutâneo, mantendo a epiderme protegida,atingindo a derme para aumento do colágeno local.
O efeito térmico ativa os fibroblastos que produzem novas fibras de colágeno, provocando um encurtamento da fibra, remodelando o tecido, melhorando rugas, linhas de expressão e flacidez tissular.
As sensações produzidas pelo calor gerado pela radiofrequência são, normalmente, confortáveis para a maioria das pessoas, e controladas pelo ajuste da intensidade do equipamento a cada pessoa.
As indicações da técnica englobam: melhora de rugas e linhas de expressão, melhora da elasticidade e textura da pela, estimulando a neocolagênese, flacidez tissular e cicatrizes de acne,e coadjuvante para tratamento de celulite e remodelagem corporal.
Trata-se de uma técnica não-invasiva, sem efeitos sistêmicos, que não causa dependência e que não tem efeitos colaterais indesejáveis. É indolor (dispensa o uso de anestesia), não causa nenhum dano para a epiderme e não interfere na rotina normal de suas atividades.
Após a primeira sessão já pode ser percebido melhora do tônus da pele, resultados visíveis a partir da quarta sessão, atenuando linhas de expressão,melhorando contorno do rosto e melhora do colágeno diminuindo a flacidez da pele.
São indicadas 6 sessões com aplicações semanais e quinzenais de acordo com a região.

Bruna Guariglia
Fisioterapeuta


Clinica Di Guariglia
Rua Maranguape, 72 sala 101
Petrópolis
(051)30246959
www.diguariglia.com.br

THANKSGIVING DAY




GILLERIE ANNIVERSAIRE



EU TENHO VISTO



AZM ASSESSORIA EM CÂMBIO



VALENTINA MAGALHÃES



DUBLIN



NY72




CHAIRS



FARMS



segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Vivo Open Air



A cidade entra no circuito dos mais importantes festivais culturais do planeta e recebe o evento que tem a tela de cinema do tamanho de uma quadra de tênis.

A capital gaucha recebe entre os dias 28 de novembro e 8 de dezembro, o Vivo Open Air, maior festival de cinema ao ar livre do mundo.
O projeto ocorre de quarta a domingo, no estacionamento do Centro de Eventos FIERGS, com ingressos a partir de R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 ( meia entrada)
Quinta-feira, 28 de novembro
20h – Abertura
          Curta: Linear
21h – Curtindo a vida adoidado (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show Bluegrass

Sexta-feira, 29 de novembro
20h – Abertura
          Curta: Charizard
21h – Grease – Nos tempos da Brilhantina (legendagem eletrônica) – classificação livre
23h – Show Rodrigo Santos e os Lenhadores

Sábado, 30 de novembro
20h – Abertura
          Curta: Palhaços não choram
21h – PRÉ-ESTREIA – Como não perder essa mulher (legendagem eletrônica) – classificação 18 anos
23h – Show Quarto Sensorial

Domingo, 1º de dezembro
18h30 –  Abertura: Festa de encerramento do MIMPI
19h30 – Show Holger
20h30 – Mostra de filmes MIMPI - classificação 16 anos
23h30 – Djs MIMPI

De 4 a 8 de dezembro
Quinta-feira, 4 de dezembro
20h – Abertura
21h – PRÉ-ESTREIA – O Lobo atrás da porta ( nacional)– classificação 14 anos
Show Funkalister

Sexta-feira, 5 de dezembro
20h – Abertura
          Curta: Ed.
21h – PRÉ-ESTREIA – Carrie – A estranha (legendagem eletrônica) – classificação 14 anos
Show Bluegrass

Sábado, 6 de dezembro
20h – Abertura
21h – O Poderoso Chefão I (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show Marmota Jazz

Domingo, 7 de dezembro
20h – Abertura
          Curta: Malaria
21h – Pulp Fiction (legendagem eletrônica) – classificação 18 anos
23h – Festa Voodoo - 18 anos

Domingo, 8 de dezembro
19h – Abertura
20:30h – E.T. – O Extraterrestre (legendagem eletrônica) – classificação livre
Show Funkalister

SERVIÇO:
VIVO OPEN AIR
Datas: 28 de novembro a 8 de dezembro de 2013, de quarta a domingo
Local: Estacionamento da FIERGS (avenida Assis Brasil, 8787)

Ingressos: a partir de R$ 40 (inteira) e R$20 (meia entrada - válida para estudantes e idosos. Somente nos pontos de venda).

**Clientes da Vivo terão 20% de desconto na compra de até dois ingressos por sessão, mediante apresentação da conta telefônica e/ou aparelho celular. Desconto não acumulativo, válido apenas para a compra da entrada INTEIRA, somente na bilheteria do evento.

Call Center: 4003-1212 (de segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingo, das 12h às 18h)

PONTOS DE VENDA - Todos os credenciados da Ingresso Rápido e pelo site www.ingressorapido.com.br

Estacionamento no local - Valores do estacionamento sem limite de tempo:
Veículo de passeio e moto: R$ 15,00
Micro-ônibus: R$ 30,00
Ônibus: R$ 45,00

O evento acontece mesmo em caso de chuva.

Apoio: Rádio Atlantida, Rádio Itapema, Petiskeira, Zero Hora, Ativa, Mercure Hotel, Sports Mag, Elemidia, Boticário, Avianca, Jimo, Senai, Telecine.

Realização: Ministério da Cultura – Lei de Incentivo à Cultura

sábado, 23 de novembro de 2013