Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 27, 2013

BARGROOVES

BEATLES

Quem sabe - Por Cris Lavratti

As horas voavam naquela manhã. Os ponteiros apressados dobravam-nas sem trégua. Nem um minuto arrastava-se, tudo se ia e ia e ia. E eu ali, parada. Nada em mim voava. Sentia-me como a própria rocha fincada no solo, sem pernas, sem asas. Ao longe avistava as gaivotas que pairavam com seus rasantes sobre o mar esverdeado, tão límpido que parecia um espelho a reluzir os raios de sol amarelados. Poucas nuvens dançavam no céu, uma que outra somente e elas pareciam fitar-me. Também estavam imóveis. De repente avistei os passos largos de um pescador que acabara de ancorar seu barco na praia. Ele corria com um balde e um punhado de peixes frescos, que ainda saltitavam lá dentro e que acabariam na mesa de alguns dos moradores da vila. Já era meio dia e o meio do dia já se fora. E eu ali, como a rocha. Não sentia nada, nem vento, nem brisa, nem arrepio. Não sentia nada, somente a inquietude de não saber voar. Não sentia nada, só uma melancolia arraigada na alma que me prendia ainda mais àquele…

ROSÁRIO RESTO LOUNGE