Pular para o conteúdo principal

Nieto Senetiner comemora o Dia do Malbec




Nieto Senetiner comemora o Dia do Malbec
Produtos da vinícola argentina são importados e distribuídos pela Porto a Porto e Casa Flora

Neste dia 17 de abril é comemorado mundialmente o Dia do Malbec, data especial para a vinícola Nieto Senetiner. que tem como forte tradição a produção de vinhos com a uva Malbec. A vinícola argentina utiliza a varietal em todas as suas linhas, desde Benjamin – para principiantes no mundo do vinho; passando pela marca emblemática da vinícola (Nieto Senetiner) e até chegar às linhas de máxima expressão: Don Nicanor e Cadus.
Para traduzir exatamente a qualidade e expertise da vinícola na produção de vinho com a uva Malbec, o líder de vendas na Argentina, Malbec D.O.C., é o vinho mais lembrado. Obtido a partir do estilo clássico – o que resulta em uma bebida mais encorpada, marcada por passagem de 12 meses em barricas de carvalho francês. Além disso, possui coloração e aromas bem definidos, que exaltam a característica individual da cepa (a espécie de fruta empregada; no caso, a Malbec).
Estas e demais etapas de um rigoroso processo, são certificadas pela Denominação de Origem Controlada (D.O.C.) – Luján de Cuyo, conquistada em 2001. Isso quer dizer que, pela primeira vez, um vinho elaborado nesta localidade específica vem com a certificação em questão estampada no rótulo.
Luján de Cuyo fica na província argentina de Mendoza, lar da vinícola Nieto Senetiner. A região é privilegiada pela geografia, com altitude, clima e solo ideais para produção de uvas com alta qualidade, destinadas à fabricação de vinhos.
O reconhecimento foi obtido em 2001. A avaliação é realizada por enólogos, que como verdadeiros juízes, verificam desde o plantio, passando pela colheita, até chegar ao rendimento (que não pode passar de 10 toneladas por hectare). Eles atendem a uma série de leis estabelecidas por um órgão governamental argentino, que reconhece a qualidade do produto fabricado especificamente naquela região do globo (Luján de Cuyo).
D.O.C.
A Denominação de Origem Controlada (D.O.C.) – Luján de Cuyo, reconhece apenas os vinhos elaborados a partir da uva Malbec. De origem francesa, ela se adaptou perfeitamente na Argentina – especialmente à Mendoza, tornando-se uma das cepas emblemáticas do país vizinho.
De característica intensa, possui aromas complexos que resultam em uma bebida elegante e com traços florais no sabor da uva. A produção da Malbec em Luján de Cuyo é beneficiada pelas comprovadas qualidades minerais encontradas no solo da região.
A passagem do vinho por barricas de carvalho francês, ainda garante ao produto um toque amadeirado, mas que não se sobrepõe à estrutura geral de sabor. A prática, que é empregada para uma melhor preparação da bebida para consumo, acaba contribuindo para melhoria de sua estrutura e amaciar os taninos, comprovando a capacidade do produto de enfrentar a madeira, uma garantia de qualidade superior da bebida.
Malbec
Originária da França, tornou-se a uva emblemática da Argentina para produção de vinhos, ao se adaptar com perfeição às condições geográficas (clima, solo, altitude) do país vizinho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROVOCATEUR

Festival de Cervejas

300 - MENU 300 EXPERIENCE